Logo Prefeitura de Salvador

Paradesporto é destaque em evento esportivo realizado pela Prefeitura de Salvador

Focada na valorização e inclusão da pessoa com deficiência, a Virada Esportiva 2023, realizada pela Prefeitura de Salvador contou também com competições esportivas totalmente direcionadas a este público. As atividades aconteceram na Praça do Sol, no bairro de Ondina, desde a última sexta-feira (20), até este domingo (22), e garantiu muita diversão aos mais de 400 paratletas.

Morador do bairro de São Rafael, o universitário Caio Araújo, de 27 anos, foi um dos jogadores de bocha – jogo que consiste na marcação de pontos através do lançamento de bolas. “O esporte mudou a minha vida. Através dele eu obtive grandes melhoras em relação ao meu desempenho físico. Fico muito feliz em poder participar da Virada Esportiva”, relata o jovem.

A emocionada Tereza de Araújo, mãe de Caio, não poupou elogios ao filho. “Caio é um menino muito ativo e inteligente, ele domina as áreas tecnológicas e gosta muito de jogos e esportes. A prática esportiva só beneficiou ele, sinto muito orgulho. Esse acesso que a Prefeitura proporciona para que as pessoas com deficiência possam participar das atividades e se sentirem parte da sociedade é maravilhoso”.

A Diretora de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência do município, Daiane Pina, destaca a importância do paradesporto em um evento como a Virada Esportiva. “A pessoa com deficiência possui direito ao acesso assim como qualquer outro indivíduo. Por isso, valorizar o esporte adaptado em um evento como esse é uma forma de garantir o acesso não apenas ao esporte, mas também ao lazer, à cultura, em qualquer situação. A inclusão é uma prioridade no nosso município”, explica a gestora.

Futebol – A Virada contou também com a modalidade de futebol de amputados. O campo é de tamanho society, com seis jogadores na linha e um no gol de cada lado. As partidas acontecem durante 50 minutos, sendo 25 para cada tempo. Quatro times, formados por 60 atletas e 20 componentes na comissão técnica, participaram de 12 jogos ao longo dos três dias de evento.

Há sete anos jogando profissionalmente futebol adaptado e vice-campeão brasileiro na modalidade, Alex Fabiano agradeceu à Prefeitura pelo apoio na realização do campeonato. “Temos boas perspectivas, tanto a nível municipal, como a nível estadual, de realizar novas competições da modalidade”, disse.

Já Cleidson Conrado veio de Itabuna, sua terra natal, para participar da Virada: “É o amor pelo futebol que faz a gente, independentemente da deficiência, querer jogar”, disse. O Brasil é uma potência mundial e já conquistou quatro edições do Campeonato Mundial do futebol de amputados.

Neste domingo, foram realizadas na Praça do Sol competições nas seguintes modalidades: Judô Adaptado, Paratletismo, Bocha, Expressão Corporal e Rítmica, Libras, Orientação e Mobilidade. A programação ocupa o espaço das 8h às 11h e das 15h às 18h.

Evento – Realizada pela Prefeitura através da Secretaria de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre), a Virada Esportiva teve início na última sexta-feira (20), movimentando campos, pistas, quadras, piscinas e outros equipamentos de diferentes bairros da cidade com competições. Ao todo foram 66 eventos realizados de diferentes modalidades, desde as mais tradicionais, como xadrez, até as radicais, como slackline, bem como as modalidades paralímpicas.

Skip to content